Iluminação Publica

Implantação Iluminação Publica no Brasil

Em 1883, Campos do Goitacazes, no interior do Rio de Janeiro, foi o primeiro município brasileiro a ter suas ruas iluminadas com luzes movidas à energia elétrica. Entretanto, antes disso a capital carioca já realizava testes com energia elétrica.
Já a capital gaúcha, Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, foi a primeira capital brasileira a passar a contar com o sistema de iluminação pública elétrica. Anos mais tarde, outras cidades e capitais espalhadas pelo Brasil também implantaram o sistema, a exemplo de Piracicaba, São Carlos do Pinhal, Rio Claro e Ribeirão Preto, em São Paulo; São João Del Rei, Belo Horizonte e Juiz de Fora, em Minas Gerais; Belém, no Pará; e Manaus, no Amazonas.

No início do século XX, a iluminação elétrica começou a ser implantada no Rio de Janeiro.

Na capital paulista, em 1911, teve início a instalação das primeiras lâmpadas geradas a energia elétrica. Aproximadamente 1.600 pontos de iluminação elétrica já haviam sido implantados na maior cidade do país em 1914. As avenidas Brigadeiro Faria Lima e Higienópolis foram as primeiras áreas da capital paulista a serem iluminadas com eletricidade.

Uma das maiores dificuldades em que a iluminação elétrica esbarrou no Brasil foi a não existência de usinas geradoras de eletricidade próximo das localidades que estavam sendo iluminadas. O advento das linhas de transmissão, redes capazes de conduzir energia elétrica por longas distâncias, foi responsável por impulsionar a iluminação elétrica no Brasil.

Acesse MostBet br e comece a ganhar hoje!